O aparelho é barato, mas o refil é um roubo

Este post é um desabafo de consumidor ultrajado. Tem pouco a ver com os assuntos gerais deste blog, mas acho válido divulgar.

Recentemente comprei um rotulador eletrônico Brother PT-65, de acordo com a recomendação do David Allen no livro Getting Things Done (GTD), para organizar meus envelopes de arquivo e de projetos. Existem outros tipos e marcas, mas este é o que eu gostei mais da aparência e é exatamente o modelo que vejo em fotos no Flikr de vários praticantes do GTD.

O aparelhinho custou R$ 79,00 e me atendeu bem até uma semana atrás, quando a fita de impressão de rótulos acabou. Acontece que, quando pesquisei o preço de uma fita de reposição, descobri que custa R$ 45,40 – mais da metade do preço da máquina que já vem com uma fita.

Conclusão: a Brother está usando exatamente a mesma estratégia dos fabricantes de impressoras a jato de tinta, que cobram uma mixaria pelo aparelho e depois descontam no preço absurdo do cartucho. E a Dymo, outra fabricante desse tipo de aparelho, faz o mesmo.

É o fim da linha pro meu rotulador. Vou colocá-lo de volta na caixa e guardar no alto do armário.

Portanto, se você usa o método GTD ou, por qualquer outro motivo, pensa em adquirir um rotulador eletrônico, minha recomendação é clara: não compre!

E quando for comprar algo que precise de refil, não seja bobo como eu, verifique se o preço é razoável e se há alternativas no mercado.

Publicado em 12/04/2008

Comentários

Huahuahuahua… só uma cutucada na ferida: foram R$79,00 que poderiam ter sido gastos na aquisição de um iPhone. :)

Pois é... acho que deveríamos ter um sensor no cérebro que nos lembrasse de experiências ruins, logo que o cenário se parecesse com o da experiência anterior. Certamente você pensou o mesmo quando foi comprar o seu primeiro cartucho de impressora e pensou em sempre consultar o preço de refis, antes da compra… mas, na hora, somos levados por emoções do tipo: achei o rotulador igual ao que eu queria… e só custa R$79,00… vou levar um!

Afh… é o mesmo caso de telefone celular… a gente reclama que um é um lixo e difícil de usar. Daí vai na loja e, por não poder experimentar, compra um outro que tem algumas melhoras, mas, também deixa muito a desejar. Dá pra fazer uma lista imensa de erros que repetimos quando agimos por impulso. Viva o emotional design…

Se lascou totalmente hein man. :) Ás vezes pagamos coelho por lebre (acho que é assim o ditado) rs rs

ah cara, desencana e pensa assim: se ele fosse 125.00 e o refil 25.00 voce ia achar justo? se sim, na pratica ainda vale a pena vc usar uns dois refis. inverte a situacao e pensa no aparelho tendo custado R$35…

Vendo essa fitinha por R$32,00 reias.

O preço varia com a popularidade do refil.
Procure por cores exóticas ou estoques encalhados em pequenas papelarias … eu já achei (LetraTag, da Dymo) por 15 reais em uma loja física que na época já custava 40 reais em lojas eletrônicas.

Marco Sanches | 21 julho 2009 #

Ainda bem que tenho boa caligrafia e nunca precisei desse aparelho.

Totalmente descartável essa “ferramenta”, é perfeitamente possível praticar GTD sem comprar tudo quanto é porcaria “só porque David Allen recomenda”.

É tipo o sujeito que troca de celular a cada minuto só pq saiu modelo novo. O camarada vai la nas Casas Bahia e se endivida pra comprar uma telinha colorida que será levada num assalto na próxima balada.

O indivíduo parece não saber o que quer. Ao invés de consolidar um método na íntegra, fica testando um novo a cada dia e descobre que ficou mais burro.

Lendo o livro, cheguei a ficar tentado em comprar um rotulador. Mas fiquei considerando aqueles infantis de plástico que são pequenos, leves e baratinhos (a única coisa ruim eram as cores berrantes :).

Mas depois desisti. Quando preciso de rótulos, faço
com aqueles papeis adesivos destacáveis mesmo.

Quando fui comprar não pelo GTD, que na verdade conheço há pouco tempo, queria um desses pelo teclado Qwert que é bem mais prático, mas olhei o preço desanimador das fitas e resolvi comprar um da Dymo cuja fita custa R$15,00, que ainda acho caro, pois é quase 1/4 do valor do rotulador. Mas comprei. E acho que tá valendo o investimento, uso para organizar minhas coisas e controlar prazos de validade. Meus amigos me sacaneiam dizendo que posso usar etiquetas manuais ou mesmo imprimir. Mas cada um sabe o que melhor lhe serve, pra mim funciona pois tenho o que quero, na hora que quero e do jeito que quero.

nissota | 20 março 2012 #

Infelizmente nao adianta reclamar. Comprei um modelo de 465,00. Excelente, da DYMO, a fita mais barata 98,00. Mas adianta reclamar? Se eu tivesse 30.000.000 de seguidores, que pensassem em nao comprar, poderia ser justo, nós mesmos definir preços no mercado. Assim acontece com a gasolina, que aqui já esta 3,02. E dizem que tá muito barato, a NOSSA PETROBRAS, precisa valorizar o nosso produtos, e o povo deve sem reclamr, apoia-la, pagando. Para mudar isso e essas coisas, só UNIAO. UM POR TODOS, TODOS POR UM.

Juliana | 21 junho 2016 #

Ainda esta com seu rotulador guardado (vi que é antigo o post)? Estou pensando em comprar um pra o dia a dia em casa e na empresa. Mudou de ideia ou ainda acha uma furada? Vi que esta 60,00 o refil de 8metros. Eu acho que super vale a pena pois tenho taaaantas coisas que quero etiquetar… Acho injusto os comentarios que dizem que eh bobeira ou falta de caligrafia. Eu tenho uma linda caligrafia, mas acho que padrão é padrão e vale a pena deixar tudo arrumadinho e de uma maneira pratica.

nissota | 28 junho 2016 #

Bem….não vamos chacotar os produtos…..os caras tiveram a maior ideia……excelente. Os trabalhos ficam lindos. Comprei na verdade dois rotuladores. UM DYMO, e outro Brady. Fora de serie. Um 750,00, outro 496,00. Ja faz tempo, né. O problema maior aí, é aguentar a porrada das fitas. O preço é exorbitante. Estou optando em comprar da china. Aliexpress. Mas tem de pesquisar muito, vale o tempo dispensado e o tipo de etiqueta. Prefira as mais baratas, para etiquetar pastas, livros. Para produtos eletricos e de Rede, Inormatica é que a barra pesa. As fitas da Brady, sõ bem mais baratas, e tem um leque enorme de tamanhos e comprimentos.Abraços.

Obrigatório, mas não será exibido no comentário
Opcional
Somente marcação Textile