Coincidência ou conspiração?

Costumo comprar os livros que não foram lançados no Brasil pela Amazon.com, portanto tenho um cadastro lá. Eventualmente eles me mandam ofertas por e-mail, mas hoje eu recebi uma que me deixou intrigado: uma oferta de calculadoras científicas da HP.

Sabe-se que eles fazem os envios de propaganda por relevância, ou seja, com base nos dados que coletam de você, suas compras, suas buscas. Mas eu sempre comprei livros exclusivamente sobre design e internet. Nada mais.

O que me estranhou nisso é que, apesar de nunca ter trabalhado como engenheiro, tenho bacharelado em engenharia civil e inclusive tive uma calculadora HP na época da faculdade.

Seria mera coincidência ou será que eles têm mais informação sobre mim do que eu imagino?

Mistéeeeerio…

Chromasia

Por ser o meu fotolog preferido, o Chormasia merece um post só pra ele. David J. Nightingale é inglês e, por incrível que pareça, não é fotógrafo profissional, mas é impressionante a qualidade técnica e artística de suas fotos. Entre outros prêmios, ganhou o Photobloggies 2005 Awards na categoria européia.

É interessante também o post de outro fotolog excelente, o Daily dose of imagery, onde o fotógrafo mostra uma mochila com todo seu equipamento.

Escolhi a autodidática

Me considero um autodidata. Grande parte do conhecimento que uso atualmente no trabalho aprendi por conta própria, graças a alguns livros comprados na Amazon, um inglês bastante razoável e muita leitura na internet.

Nunca fui um aluno exemplar. Pra mim, o ensino nas escolas sempre funcionou assim:

  1. assiste uma aula
  2. faz um exercício
  3. estuda, estuda, estuda
  4. faz prova
  5. esquece tudo

Por isso prefiro meu ritmo de aprendizado em espiral: compro um livro e leio a primeira vez, captando só a superfície. Complemento com alguma leitura na internet e depois deixo aquilo de lado, fermentando no meu subconsciente e, claro, aplicando no trabalho a parte que aprendi. Algum tempo depois retorno àquele assunto e descubro nuances e detalhes novos que não havia percebido na primeira leitura. Refaço o ciclo várias vezes, me aprofundando a cada volta.

O lado negativo disso é que levo mais tempo para aprender e não tenho uma comprovação formal de que realmente conheço bem aquele assunto. Mas prefiro desse jeito, pois aprendo de verdade e isso se reflete no meu trabalho, o que acaba virando a prova do que sei.

Também sai bem mais barato que fazer vários cursos. Pra piorar, eu teria que sair da minha cidade (ou até do meu país) para encontrar os cursos que eu gostaria de fazer (se alguém souber de algum curso na área de arquitetura da informação ou interface humano-computador aqui em Belo Horizonte, tanto de extensão como de pós-graduação, por favor, me fale).

Paradigma da vida digital

Encontrei com um amigo de longa data. Não via o cara há anos. Depois de algum tempo de conversa, pedi a ele seu endereço de email, mas lembrei que estava sem meu celular e sem meu palmtop. Ele, me vendo verificar os bolsos e minha cara de “e agora, o que eu faço?”, sugeriu a brilhante idéia: “anote num pedaço de papel”…

Ubuntu Linux

Meu lado nerd aflora de tempos em tempos e bate uma vontade danada de testar distribuições novas de Linux no meu velho Pentium II 233Mhz. Durante uma pesquisa recente, encontrei o Ubuntu Linux, baseado em Debian e destinado ao desktop. Muito fácil de instalar, o bicho tem suporte ao português brasileiro e sistema de atualização online, além de ser totalmente aberto e gratuito (a organização responsável até envia CDs gratuitamente para o mundo todo).

Um fato interessante: a empresa sul-africana que coordena o projeto (Canonical Ltd) é liderada pelo multi-milionário e “turista espacial” Mark Shuttleworth.

Gmail é genial

O iG tem dado umas mensagens de erro ao receber os e-mails. Vou abandoná-lo. Estou migrando meu e-mail pessoal para o Gmail e já andei fuçando no bicho.

É realmente uma beleza, ainda mais depois de descobrir que posso “arquivar” as mensagens automaticamente, sem que passem pela minha caixa de entrada (como os de listas de discussão, por exemplo).

Poder classificá-los em mais de um tipo de marcador (ou tag) também é genial.

Tomara que ele não se torne lento com o aumento de usuários, como acontece com o Blogger e principalmente o Orkut.

Quem quiser um convite para usar o Gmail, é só me falar. Tenho 50 sobrando.

Technorati tags: ,

Parabéns, 06!

O aniversário definitivamente não é minha data preferida do ano, mas se tem uma coisa que eu gosto nesse dia é ganhar presentes. Meu amigo Martuse fez esse cartão bacana aí e me deu:

Adoro panorâmicas

Minha brava Sony Cybershot DSC-S30 ainda produz imagens admiráveis, mesmo perto das moderninhas de 5 megapixels que se vê por aí hoje em dia. Enquanto ela funcionar bem, vai ser minha única câmera fotográfica.

Adoro fotos panorâmicas, mas infelizmente não tenho uma grande angular e nem pretendo comprar uma. Quando gosto de uma vista, tiro umas quatro ou cinco fotos em seqüência e depois monto no computador.

Neste carnaval no Rio de Janeiro fiz duas pans, uma sem muita edição na Praia do Geribá em Búzios (acima) e outra em Cabo Frio na Praia do Forte, mais editada:

Para vê-las num formato maior: